Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

20/02/2017

No Coração das Trevas DC

A nova colecção Levoir/Público

Era mais ou menos expectável, em face da sucessão de escolhas editoriais que têm norteado as colecções de BD com o jornal Público, mas há já alguns dias que a Levoir confirmou que a sua próxima iniciativa será dedicada aos super-heróis e (principalmente?) aos vilões da DC Comics.
Serão 10 volumes, agrupados sob o título No Coração das Trevas DC, a publicar semanalmente, à quinta-feira, a partir de 9 de Março, ao preço unitário de 9,90 €.
Se o Joker, Harley Quinn ou Siniestro, são protagonistas certos, face aos quatro volumes da colecção já divulgados pela Levoir através da sua página no Facebook, não surpreenderá ninguém se nela também aparecerem Brainiac, Doomsday, Lex Luthor, Catwoman, Bane ou até o (recém-recuperado pelo cinema) Esquadrão Suicida.
Os títulos já conhecidos são os seguintes:

Joker: O Príncipe Palhaço do Crime
Colectânea de histórias

A origem do Joker
Countdown Vol 1 #31 (2007)
Mark Waid e Brian Bolland

Batman e Robin
Batman Vol 1 #1 (1940)
Bill Finger, Bob Kane e Jerry Robinson

Batman e Robin: O Joker regressa
Batman Vol 1 #1 (1940)
Bill Finger, Bob Kane e Jerry Robinson

A Vingança do Joker
Batman Vol 1 #251 (1973)
Dennis O'Neil e Neal Adams

O Homem que ri
Batman: The Man Who Laughs (2005)
Ed Brubaker e Doug Mahnke
(publicado no volume #2, Batman – O Cavaleiro das Trevas, da colecção Os Clássicos da Banda Desenhada – Série Ouro, 2005)

Joker: Hora da Macacada
Batman Vol 2 #23.1: The Joker (2013)
Andy Kubert e Andy Clarke
  
Joker e Harley Quinn: Amor louco
Paul Dini e Bruce Timm
Inclui: Batman Adventures - Mad Love, Batman Adventures annual vol.1 #2, selecção de Batman Adventures Holliday special vol.1 #1

A Guerra do Corpo Sinestro
2 volumes
Geoff Johns, Ivan Reis, Ethan van Sciver e outros

 (informação retirada da página de Facebook da Levoir; clicar nas imagens - meramente ilustrativas - para as aproveitar em toda a sua extensão)

34 comentários:

  1. Espero que saia tendo em conta as informações do pedro:
    Morte do Superman
    Braniac(geoff johns)
    CatWoman when in rome
    KnightFall(Broken bat) part 1 em 2 volumes
    Flashpoint(reverse flash) ou Black adam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma parte são informações, outra são prognósticos... que só se confirmam no fim!

      Eliminar
    2. Claro pedro não digo o contrario apenas confio nos teus prognósticos :)
      Quanto ao cancelamento das revistas da DC em portugal existe algo por trás que nos possas dizer (alguém adquiriu os direitos em pt de publicar, vem algum projecto ambicioso...etc)

      Eliminar
    3. Reignfire24/2/17 00:01

      "Quanto ao cancelamento das revistas da DC em portugal existe algo por trás que nos possas dizer"

      Sim. Segundo consta o contrato que a DC tinha para com Panini respeitante a Portugal não foi renovado. A Panini nunca teve interesse em ser detentora dos direitos DC para Portugal. Em 2007 o que aconteceu é que foi feito um contrato para a língua portuguesa englobando Brasil e Portugal. Para 2017, pelos visto os contratos voltaram a ser como antes de 2007, ou seja, em vez de ser para a língua, voltou a ser para o país. E o contrato da DC renovou com a Panini para o Brasil e pronto. Nem fazia sentido para uma editora estar a gastar dinheiro em royalties para um país que não é um mercado seu que lhe interesse para apenas enviar umas centenas de revistas mensalmente.

      "(alguém adquiriu os direitos em pt de publicar, vem algum projecto ambicioso...etc)"

      Segundo consta, a Levoir adquiriu os direitos de exclusividade DC para Portugal e como vês as coleções de super-heróis continuam. A se confirmar essa exclusividade provavelmente teremos mais uma coleção DC este ano. Não creio que ninguém d~e uma exclusividade a ninguém para apenas editar 10 livros.

      Eliminar
  2. Sinceramente, já não existe paciência para tantos super heróis!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só compra super-heróis (franco-belga, humor, manga) quem quer.
      Se há uma coisa que os anos recentes provaram é que neste momento, em Portugal, existem públicos diferentes, para diferentes tipos de BD. E tem sido essa diversidade que tem possibilitado a diversidade editorial de que temos desfrutado.
      Mais, se a Levoir olhasse apenas às vendas, estou convencido que só faria colecções de super-heróis com o Público pois tanto quanto sei continuam a ser aquelas que mais vendem. Felizmente não tem sido assim.
      Para terminar: nos super-heróis, como no franco-belga, nas novelas gráficas, nos heróis Bonelli, no manga... há obras boas e outras que nem tanto; se ninguém é obrigado a fazer nenhuma colecção, a verdade é que possivelmente em todas elas, todos conseguirão encontrar um ou outro título interessante e cuja leitura compensa.
      É o que vai acontecer - estou certo - nesta colecção, para quem estiver disposto a arriscar, mesmo que os super-heróis não sejam o seu género de eleição.
      Boas leituras!

      Eliminar
    2. O Pedro escreveu uma resposta comprida. A minha é curta e simples: não quer, não compre.

      Eliminar
    3. O Pedro escreveu uma resposta comprida. A minha é curta e simples: não quer, não compre.

      Eliminar
  3. Não sei qual o preço a pagar pela licença de publicação, mas não seria de todo má ideia se a Levoir (ou a GFloy, ou outros) adquirisse os direitos da Saga do Incal completa e respectivos "spin-offs" (Metabarões, Tecnopadres...)

    Isso sim, é que era um marco na BD portuguesa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Creio que já está provado que a Levoir e a GFloy, publicam sobretudo "Made In Usa". Com as óbvias excepções das duas coleções "Novelas Gráficas", pelo que não me parece lógico elas irem agora à zona FrancoBelga e muito menos a séries com alguma extensão.
      Já para não falar (ou falando mesmo) que a os MetaBarões já tiverem uns dois ou três arranques sem nunca serem concluídos...

      Eu como comprador, dificilmente compraria o(s) primeiro(s) de uma dessas séries, sem ter a certeza que seriam completadas. A não ser, num lançamento em conjunto com jornal, que já provou ser uma forma de garantir o lançamento de séries completas.

      Eliminar
    2. Reignfire22/2/17 23:55

      Cada editora tem o seu foco e franco-belga não é o foco da Levoir nem da G-Floy. Ainda mais que se especula agora que a Levoir detém a exclusividade de DC Comics para Portugal. E a G-Floy é comics - uma linha mais adulta, sobretudo Image, mas contemplando Marvel, Icon, Dark Horse. Nas novelas gráficas da Levoir poderá haver alguma coisa de franco-belga, mas fora disso não creio. E estar a pedir a uma G-Floy ou a uma Levoir para publicar franco-belga é como pedir a uma Asa para publicar Homem-Aranha.

      Eliminar
  4. Já referi noutro lugar da blogoesfera que esta coleção deverei passar.
    Já estou cheio de livros de SH ainda não lidos, fiquei farto do Batman aquando da coleção dos seus 75anos e histórias (embora possam ser importantes para a mitologia do herói) dos anos 40, não me despertam interesse.
    Mas espero que a Levoir continue com as suas apostas (agora e por enquanto, quase exclusivamente DC) e eu cá estarei para as adquirir (ou não) :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só om primeiro volume desta colecção incluirá histórias dos anos 40 (c. 20 e tal páginas), tal como em colecções anteriores apenas dois volumes incluíram histórias mais antigas: Batman: 75 Anos de Aventuras e Super-Homem/Batman: Antologia. A maioria dos outros volumes desta colecção serão razoavelmente recentes.

      Eliminar
    2. Do Batman dificilmente fartar-me-ei, mas estou consigo... SH começa a enjoar... talvez por isso esta coleção seja constituída apenas por 10 livritos tipo, rampa de lançamento meio encher chouriços para voos mais altos!!

      Eliminar
    3. pco69.
      Como escrevi acima, não reduzas tudo a 'super-heróis'. Dentro do género, há muita diversidade e - até nesta colecção - obras capazes de agradar a quem geralmente não aprecia 'heróis de pijama com as cuecas por fora'...
      Boas leituras!

      Eliminar
    4. Pedro (e demais leitores do blogue), não reduzo nada a nada. Nem sequer acho exagero a edição actual de SH em Portugal. Haja público adquirente e haverá obras para todos. Falando (escrevendo :-) , única e exclusivamente por mim, tenho adquirido todas as coleções saídas ultimamente. E tenho ficado extremamente feliz por o poder fazer, seja por ter dinheiro para isso, seja sobretudo por elas terem sido editadas em Portugal.

      Esta não me atrai. Por algumas razões, sendo uma delas o Batman, muito devido ao que referi da coleção anterior comemorativa dos seus 75anos.

      JoseFreitas, compreendo e aceito perfeitamente que seja uma minoria as histórias dos tais anos 40. Usei isso apenas como exemplo e não como diminuitivo da qualidade da coleção em si, até porque ainda não sabemos o resto da lista :-)

      A ideia de publicar séries de SH relativamente autocontidas em coleções com os jornais (maioritariamente com o Público), que garantem a sua publicação na totalidade, é algo que me faz ficar feliz.

      Continuem assim. :-)

      Eliminar
    5. espero sinceramente que continuem também a apostar no selo vertigo até porque é uma lufada de ar fresco a nivel de publicações...
      Obras como swamp thing,animal man,invisibles,hellblazer,preacher,scalped,y the last man ou até series do warren ellis transmetropolitan e o planetary penso que seriam muito bem recebidas pelo nosso publico ao nível que foi o miracleman, sandman watchmen e até v de vendetta etc

      Eliminar
  5. Tomás Taveira24/2/17 19:29

    Foi de grande importância para Levoir começar com este volume de histórias já editadas do Joker. Permitiu aliviar o trabalho de tradução e resolver conflitos no seio do projecto. Ainda não há serenidade dentro da equipa mas já se acredita que se consiga começar mesmo a 9 de Março, embora neste momento a equipa esteja um autêntico reboliço. Neste momento, o único volume já completamente fechado é o Doomsday Wars do Dan Jurgens (depois da Panini ter vetado o Death of Superman).O facto da Panini ter decidido deixar de importar as revistas brasileiras é visto como um rombo para a concorrência em Portugal. A parceria Panini/Salvat está aqui para reinar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reignfire24/2/17 23:11

      Como é que a Panini pode vetar uma coisa do qual já perdeu os direitos, hum?

      Eliminar
    2. Bom, eu se calhar não devia sequer dignificar um comentário completamente ao lado da realidade como o seu, mas vamos por partes. TODAS as suas afirmações são falsas.

      Um, não existem conflitos dentro "da equipa", os livros são aprovados pela Levoir e pelo Público, depois de proposta da equipa (eu sei, porque sou eu que coordeno a equipa), e caso não sejam aprovados, propomos outras. A nossa equipa é profissional, trabalha para muitos clientes, e fazemos o que esses clientes nos pedem, o melhor que sabemos e podemos: não existem por isso conflitos. Além disso, neste momento em que estou a falar, posso dizer que nunca esteve em dúvida que a colecção começasse a 9 de Março, a data que nos foi dada pela Levoir, e temos os volumes 1-5 ACABADOS e prontos, o volume 6 no essencial feito (à espera de pequenos pormenores como separadores de capítulos e aprovações etc...) e estamos a trabalhar neste momento nos volumes 7 e 8, que deverão estar prontos para a semana. O nosso amigo Pedro Cleto, gestor deste blog, sabe-o bem, porque traduziu o volume 4 (que não posso revelar qual é já que isso compete à Levoir), já o reviu paginado e legendado há algum tempo, e sabe que ele está pronto.

      Não há às vezes serenidade, embora possa admitir por vezes alguma agitação (embora talvez não reboliço) porque fazemos MUITOS livros para muitos clientes, e isso representa alguma responsabilidade.

      Relativamente a "volumes fechados" ou não, estamos conversados: os primeiros cinco estão fechados e o 6 quase. E não sei onde ouviu falar que a DC vetou o que quer que fosse, mas que eu saiba, nenhum volume proposto para a colecção foi alvo de qualquer objecção por parte da DC.

      Relativamente a "o facto da Panini ter decidido deixar de importar as revistas brasileiras é visto como um rombo para a concorrência em Portugal", não sei o que acha, mas apenas posso deduzir que tem zero de experiência em negócios e em área editorial. Quanto muito, o facto da Panini ir deixar de distribuir revistas cá será visto como UMA VANTAGEM por todos os editores portugueses, seja Levoir, GFloy, Devir ou quem quer que seja: são menos títulos a concorrer com os nossos em bancas e livrarias cá. Mas também, para o pequeno volume de material que se vendia cá, acho que tanto faz - falo como editor da GFloy, já que não me compete falar pela Levoir no que toca à área comercial. Mas para a GFloy, menos 3-4 revistas por mês em bancas, por pouco que vendam? Excelente. Rombo para a concorrência? LOL. Aprenda um pouco sobre o mercado editorial antes de opinar.

      Finalmente: "A parceria Panini/Salvat está aqui para reinar...". Acho que você não sabe do que fala. A colecção é da Hachette, e é editada em mais de uma dúzia de países. A Panini apoia nas facilidades de licenciamento e na produção gráfica/conteúdos dos livros. É esse o trabalho que a nossa equipa cá faz: produzimos a versão portuguesa dos livros da marvel que a Salvat edita. Ou seja, é uma parceria num sentido muito lato - quem edita, imprime, distribui, publicita, etc... é a Salvat (empresa do universo Hachette). Reinar? É UMA colecção, 26 livros por ano, é importante no panorama editorial português, mas não é a única coisa que existe.

      Seria também interessante que não se escudasse por trás dum pseudónimo, para tremos uma ideia de com quem falamos.

      Eliminar
    3. Agradeço ao José de Freitas a antecipação na resposta e as informações que adiantou sobre a nova colecção Levoir.
      Confirmo, o que obviamente era desnecessário, que o volume 4 da colecção está pronto.
      Quanto às afirmações de quem assina "Tomás Taveira", caem por si só e para além disso foram já suficientemente rebatidas, pelo que é inútil perder mais tempo com elas.
      Boas leituras!

      Eliminar
    4. Tomás Taveira28/2/17 16:14

      Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    5. Tomá Taveira28/2/17 16:16

      Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
  6. Não percebo o porque do pessoal reclamar das colecções de super-herois?!! Quem não gosta não compre..era preferível não editar nada e voltarmos ao deserto editorial de à dez anos atras?
    Felizmente estamos numa altura do mercado nacional de bd em que temos um pouco de tudo e com um priocidade regular, que dá para agradar a todos os gostos. Principalmente a Levoir tem editado colecções alternadas entre comics mainstream e novelas gráficas, não sei parqué o queixumes?

    Eu prefiro que se edite coisas a não haver nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reignfire24/2/17 23:21

      Eu entendo os queixumes dos fãs de franco-belga dado que atualmente sai muitíssimo pouco desse material em comparação com outros tempos. E dado que a Asa e a Arte de Autor editam muito a conta-gotas. E já que estes não publicam esperam que seja a Levoir ou a G-Floy a fazer isso. E não tenho mais nada a acrescentar à resposta que dei ao Ronan. E realmente se a Levoir detém a exclusividade ou mesmo que seja só o direito de preferência de DC para Portugal, estão à espera que ela não lance super-heróis? É como se alguém organizasse o Fantasporto e estivessem à espera que os filmes fossem comédias de domingo à tarde.

      Eliminar
    2. Head.Jam,
      Tens toda a razão: só compra quem quer.
      E, felizmente, os últimos anos mudaram o panorama da edição de BD em Portugal e o que é editado apela a vários públicos e tipos de leitores, ao contrário do que acontecia em tempos, em que havia um núcleo duro - limitado - que comprava tudo.
      Boas leituras!

      Eliminar
    3. Reignfire,
      Se existe esse acordo de exclusividade com a Levoir, com certeza que haverá uma aposta maior da editora nas edições DC - que vão para além dos super-heróis, como demonstrou o Sandman.
      Mas ninguém espere - digo eu - que a Levoir se ponha a publicar revistas...
      Vamos aguardar pelos próximos meses para confirmar - ou não - estas previsões...
      Boas leituras!

      Eliminar
  7. As capas continuam bem feias como e tradição,e a lombada parece ser uma mistura de vários artistas ao contrario da anterior.Quanto aos títulos O homem que ri ja saiu na serie ouro do Cm,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Optimus,
      Sabes mais do que eu ou estás a tirar conclusões a partir da única capa que a Levoir já divulgou?
      Boas leituras!

      Eliminar
  8. Boas
    Sinceramente acho que só temos que agradecer estas iniciativas por parte da levoir de publicar estes comics em português, como já referiram só compra quem quer.A meu ver o unico ponto negativo é por a colecção ser composta por apenas 10 volumes e depois temos que esperar novamente mais um ano para ter mais edições da Dc mas o pouco é melhor que nada.Também sou um pouco da opinião que deviam evitar editar histórias muito antigas,embora sejam boas para conhecer o inicio acho que o que interessa mesmo são histórias recentes.
    Continuem com o bom trabalho e apenas liguem ás criticas construtivas,
    cump

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A haver exclusividade DC com Levoir, acredito que possa haver mais uma coleção. A DC não iria dar exclusividade por apenas 10 livros.

      Eliminar
  9. Mas tanto Joker para quê? O melhor da DC são os vilões pela sua variedade. Dar tanto destaque ao mais enfadonho deles todos escapa-me.

    ResponderEliminar
  10. Uma questão (mais para o JoseFreitas que para o Pedro Cleto): segundo a WikiPedia : "..."Sinestro Corps War" is the second part of a trilogy in the Green Lantern storyline, preceded by the 2005 miniseries Green Lantern: Rebirth. The conclusion of "Sinestro Corps War" sets up the third and final part of the trilogy, Blackest Night, which was published in 2009."

    Sendo a segunda parte de uma trilogia, será lido facilmente individualmente? Nas coleção da DC já lançadas há alguma parte desta trilogia? Senão, há alguma ideia de publição das outras duas partes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rebirth acho que saiu na primeira colecção da DC da Levoir num volume dedicado ao Lanterna Verde.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...