Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

28/02/2018

Leituras Novas em Fevereiro

Distribuídas em Livrarias
  

Nas bancas: Marvel - A união faz a força e Demolidor - Marcado para morrer



(imagens e informação disponibilizadas pela editora; clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

Olá a todos: chegou ao fim esta megacolecção das maiores sagas da Marvel, um empreendimento enorme e raro no nosso país, que esperamos tenha sido um marco na publicação de super-heróis! 

Os livros continuarão em bancas mais umas semanas, enquanto a Colecção acaba de ser redistribuída com a revista Sábado e o jornal Record (será distribuído esta quinta o volume 53, pelo que já estamos também na recta final).

Esperemos que tenham acompanhado com gosto esta colecção, e que haja mais oportunidades de lançar BD em Portugal.

27/02/2018

Os últimos dias de Midgard e X-Men #3


 
50/50

Por vezes há edições que apetece rasgar ao meio e aproveitar apenas a “parte boa” - ou, mais prosaicamente - ler apenas metade…

26/02/2018

23/02/2018

Lando, Darth Vader, Rogue One


Secundários?

Alguém disse que a qualidade de uma série, de uma BD, assenta muitas vezes não nos seus protagonistas, mas na força das suas personagens secundárias.
No caso de Star Wars, é indiscutível que a ‘força’ está com elas.

Nas bancas: X-Men (série I), vol. 3












(imagens e informação disponibilizadas pela editora; clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

22/02/2018

Campeões #1


Reinventar






O percurso da Marvel - a editora que interessa para o caso - tem sido feito, de há uns bons anos a esta parte, baseado em constantes reinvenções - das personagens, das histórias, das temáticas…
Campeões é mais um caso. Mas que vale a pena espreitar.

Leitura Nova: Torpedo 1936 - livro 4

21/02/2018

Tarzan: Los Mercaderes de Esclavos


Imortal


“- Golpeia-o, Tempo! Fá-lo envelhecer!
“- Não consigo tocar-lhe! De alguma forma… é imune à idade!”
In Tarzan - Planchas Dominicales #3: Los Mercaderes de Esclavos

Exposição: O Elixir da Eterna Juventude

(imagens e informação disponibilizadas pelo argumentista, a partir do site da Câmara da Amadora; clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

 

[Siga este link para conhecer a opinião de As Leituras do Pedro sobre esta obra]

20/02/2018

Nas bancas: Pantera Negra #3













(imagens e informação disponibilizadas pela editora; clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

19/02/2018

O Cemitério dos Esquecidos


Em nome dos ‘Zé Ninguém’






Policial negro de contornos indefinidos, este O Cemitério dos Esquecidos é - ajustadamente - protagonizado por John Doe - literalmente um ‘Zé Ninguém’ - que tenta pôr um nome nas lápides anónimas de um cemitério nova-iorquino.

Leituras Novas: Tarzan e Principe Valiente

 

16/02/2018

Héléna


 
Gestor de emoções

Há muito, mais leitor de autores do que propriamente de séries ou heróis, nos últimos anos aprendi a seguir Jim, um argumentista que a partir de pretextos aparentemente banais e desinteressantes – um livro esquecido num banco de jardim, um telefonema para um morto, agora, uma antiga paixão juvenil avistada no dia do casamento – se tem revelado um hábil contador de histórias e um sólido gestor de emoções.

Nas bancas: Homem-Aranha (série II), vol. 3


14/02/2018

Frères d’Armes


Espelho




Num mês - Janeiro - com poucas novidades, as leituras foram feitas à custa de edições deixadas para trás em 2017 ou até ‘esquecidas’ ao longo dos anos.
Na ‘limpeza desses montes’, surgiu este Frères d’Armes, compilação de duas histórias, unidas pela sua origem… indiana e pela temática comum: os conflitos regionais à sombra dos extremismos globais.

12/02/2018

Os Anos de Ouro de Mickey: 1933-1934


Sinais dos tempos




Há obras em que abundam os sinais do tempo - mesmo nalgumas pelas quais o tempo não passou.
As tiras diárias de Mickey, de Floyd Gottfredson, são um exemplo.

09/02/2018

O Ateneu


Adaptar

Tenho tido uma relação desigual com as obras de Marcelo Quintanilha.
Descobri-o - agradavelmente - em Sábado dos meus amores (2009), reencontrei-o no muito interessante Tungsténio (2014), fiquei deslumbrado com o avassalador Talco de Vidro (2015) e, depois, desiludido com Hinário Nacional (2016).
O Ateneu (2012), um regresso ao passado criativo do autor pela Polvo, é uma adaptação literária que proporcionou o ‘nosso’ reencontro mais recente.

Nas bancas: Marvel Especial #5 - Campeões

08/02/2018

Pantera Negra #1 a #3

  
O poder em questão

Mais do que uma história de super-heróis - ou que apenas uma história de acção e aventura - a primeira mini-série Marvel lançada pela Goody é uma reflexão sobre a ascensão, queda, substituição e perpetuação no poder dos governantes no continente africano.

Leitura Nova: O Velho e o Mar

  
(imagens e informação disponibilizadas pela editora; clicar nelas para as aproveitar em toda a sua extensão)

07/02/2018

2017: As Escolhas dos Leitores



Ainda no balanço de 2017, que se tem ‘arrastado’ ao longo das primeiras semanas de 2018 por razes pessoais que não vêm ao caso, hoje temos as escolhas dos leitores de As Leituras do Pedro, resultantes da votação que decorreu aqui, com a participação de 25 leitores, que votaram em três categorias: a melhor colecção de BD editada com os jornais; a melhor edição estrangeira de BD publicada em Portugal; a melhor obra de BD de autor português.

Nas bancas: Assassin’s Creed #1



(imagens e informação disponibilizadas pela editora; clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

Depois de lançar no mercado Banda Desenhada Marvel em português desde Julho de 2017 a um ritmo mensal, com super-heróis tão icónicos como o Homem-Aranha, os Vingadores, Deadpool, O Velho Logan, Guardiões da Galáxia, X-Men e, já esta semana, Pantera Negra, a editora Goody lança agora histórias em Banda Desenhada do universo de Assassin’s Creed. Nesta mini-série de 3 volumes, são incluídos os comics originais de Assassin’s Creed #1-14.

05/02/2018

Os Brincalhões do Triângulo Cinzento

Continuidade






Caso raro de continuidade entre nós enquanto série e, mais ainda, enquanto série infantil, Zé Leitão e Maria Cavalinho chegam à sua décima-primeira aventura com uma regularidade (anual) assinalável.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...