Este blog está correctamente escrito em português, à revelia do triste acordo ortográfico em vigor.

12/02/2018

Os Anos de Ouro de Mickey: 1933-1934


Sinais dos tempos




Há obras em que abundam os sinais do tempo - mesmo nalgumas pelas quais o tempo não passou.
As tiras diárias de Mickey, de Floyd Gottfredson, são um exemplo.

Na verdade, são um belo exemplo pois - acredito que posso escrevê-lo - lêem-se hoje melhor do que na época original de publicação, pelo distanciamento que o - tal - tempo nos permite, pela evolução que a BD Disney, em particular, e toda a banda desenhada em geral, sofreram - e de que estas tiras até poderiam ser o resultado e não o ponto de partida.
Ou talvez não, porque numa época em que o enjoativo politicamente correcto impera, são deliciosos - sinais dos tempos - ver um cavalo vendido como matéria-prima para uma fábrica de colas, a impudícicia de uma Minie - sempre em topless, note-se! - a exibir recorrentemente a lingerie (remendada!), umas galinhas esganadas por fazerem demasiado barulho, um herói a saltar uma cerca para não pagar um bilhete de entrada, outro herói - detective na altura - a roubar móveis para mobilar a sua agência, a possibilidade - como pressuposto - de Horácio apalpar Clarabela!
Questões que poderão ‘chocar’ (algumas) mentes sensíveis (actuais), ‘escandalizadas’ por alguns dos aspectos que atrás (d)escrevi, mas que mais não são do que (os tais) ‘sinais dos tempos’ do subtítulo deste texto. Mas na sua época apenas um retrato (hiper-)realista de uma sociedade americana à deriva após os efeitos economicamente catastróficos da Grande Depressão que a tinham mergulhado no caos e na miséria. Miséria evidente na forma e no estilo de vida de Mickey, Pateta e restantes personagens e visível na falta de dinheiro manifestada, no aspecto confrangedor de algumas casas, nos esquemas (de chico-esperto) utilizados sucessivamente pelos protagonistas.
Porque - sinal de outros tempos - apesar do que hoje alguns pensarão, estas tiras e pranchas de banda desenhada eram direccionadas para os adultos (leitores de jornais) e não para as crianças e jovens que mais tarde leram - e ainda hoje (?) lêem - os quadradinhos Disney.
Sinais dos tempos, sem dúvida.

Os Anos de Ouro de Mickey
Volume 4, 1933-1934
Os Piratas e outras histórias
Floyd Gottfredson, Ted Osborne, Merril de Maris (argumento)
Floyd Gottfredson, Ted Thwaites, Al Taliaferro (desenho)
Editora Abril
Brasil, Abril de 2017
270 x 210 mm, 160 p., cor, capa dura
R$ 59,90

(clicar nas imagens para as aproveitar em toda a sua extensão)

3 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...